Entrevista: Kokasepiggy

Olá pessoal, hoje no EuJogador, implementá-mos uma nova "rubrica", as entrevistas, agora semanalmente tere-mos uma entrevista a jogadores, de certo modo importantes.
Para iniciar, nada melhor que kokasepiggy, um dos líderes da tribo ASAI no mundo 9 do Tribos.


EuJogador:
Olá kokasepiggy, desde já gostávamos de saber se nos poderia informar do seu nome e idade.


Kokasepiggy:Chamo-me Ricardo,tenho 33 anos e sou de Lisboa.


EuJogador
Kokasepiggy... porquê esta nickname?

Kokasepiggy:O nick "kokasepiggy" nasceu na altura que decidi começar a jogar com uma amiga e colega de trabalho que foi quem me falou no jogo. Ela falou-me do tribos e pensamos no nome MARRETAS para a tribo, e que, eu seria o Cocas e ela a Miss Piggy. Acontece que estes nicknames já estavam escolhidos.Ainda tentamos Gonzo e Fonzie mais uns relacionados com a serie.Já estava tudo com dono para nossa tristeza, mas lembramo-nos de cruzar os nomes. assim eu fiquei o Kokasepiggy e ela ficou a Piggyekokas. Os nossos nicks não são mais que o cruzar de nomes das personagens principais dos marretas.

EuJogador:
O que o atrai tanto ao Tribos?

Kokasepiggy:O que me atrai no jogo é poder interagir com outros jogadores em tempo real, poder montar estratégias conjuntas de ataque ou defesa para contornar as estratégias do inimigo. Adoro jogos de estratégia, sempre gostei e já jogo há muitos anos jogos do género.O tribos foi o meu primeiro online e o que me cativou no inicio foi a simplicidade.

EuJogador:
Como é gerir tantas aldeias, organizar ataques, defender-se e tudo mais?

Kokasepiggy:À medida que a nossa conta cresce é de facto mais difícil de gerir a conta.Posso dizer que ate aos 5 milhões e muitos de pontos,nunca tinha utilizado conta premium. Para uma conta daquela envergadura já começa a pesar, mas consigo me fazer valer de boa memoria.Naquela altura sabia de olhos fechados o que era cada aldeia, porem reconheço que as funcionalidades da conta premium me teriam poupado algum trabalho na altura. Posso actualmente ficar sem premium durante uns dias, mas para contas deste tamanho, já todos os jogadores sabem que é quase obrigatório ter conta premium para poder organizar a conta, infelizmente.
Quando fui sitter de um camarada contra a GT,a pedido do meu antigo líder(Sir rochix),vi o que era ter de defender centenas de ataques diariamente. Foi com muito prazer que o fiz, mas posso dizer que fiquei de rastos com a minha cabeça :D.
Não foi fácil, mas tive ajuda da tribo toda e dos aliados e para uma conta que estava virada de frente para a GT a ser atacada todos os dias,posso dizer orgulhoso que não perdi nenhuma aldeia enquanto estive a sitter do Amota. Foi o meu "baptismo de fogo" a nível de defesa numa conta que não era minha e tinha de andar à procura das aldeias por não saber de antemão ou ter uma ideia da sua disposição e o que tinham. Posso também dizer que comecei essa "empreitada" muito ansioso, e com uma ideia fixa:
Não perder aldeias do amigo!
Cada vez que olhava para os ataques a aumentar ,a ansiedade aumentava. perdi umas horas de sono na altura. Porem passadas quase duas semanas,quando passei o sitter ,estava com o corpo cansado, mas mais calmo em relação aos ataques.Isto porque, a medida que somos atacados,começamos a ter uma percepção do que ai vem, ou seja começamos a fazer uma leitura previa dos ataques que sofremos a tempo de distribuir melhor as defesas.
Hoje em dia sou atacado, mas calmamente estudo o que vem. Já não sinto ansiedade nem nada do género.
Organizar ataques é fácil e dá de facto ate uma satisfação diferente. Aqui (no Tribos), pode-se coordenar ataques com alguns camaradas e ter efeitos devastadores.Porem atacar sem nobres é uma coisa, atacar com nobres a este nível é outra, já começa a requerer perícia na maioria dos casos,pois os defensores de "categoria", chegam a defender nobres ao segundo!

EuJogador:
Qual é a sensação de ser um jogador de tão alto nível?

Kokasepiggy:Nunca me "rotulei" de jogador de alto nível, mas tenho plena consciência do meu valor e considero-me um bom jogador de facto, e até acima da media,atendendo a tanta aselhice que vejo ate dos jogadores de "alto nível". Cheguei ate onde cheguei, porque gosto do jogo,tenho prazer em ter os camaradas que tenho na tribo, mas também porque me empenho de verdade no jogo.

EuJogador:
Como é ser um dos líderes da ASAI?

Kokasepiggy:Ser líder não é fácil, dá muitas dores de cabeça.Talvez mais no inicio, isso é verdade ate porque depois as coisas estabilizam. mas há sempre algo a fazer!
A liderança da ASAI é repartida porem sei que talvez seja o mais intreventivo talvez pela minha maneira de ser ou pela disposição de tempo.
Não pedi para ser líder, mas houve camaradas que acharam que eu devia ocupar o cargo. Aceitei, mas já sabia que tinha de andar com as aspirinas ao lado ah ah ah .
Mas ser líder da ASAI da-me muito prazer e orgulho.Ja passamos por tanta coisa que ate custa a acreditar como esta tribo sobreviveu, mas a verdade é que a ASAI esta cá e quem la esta sabe que se tivermos de desaparecer vai ser a lutar ate a ultima aldeia!
"Cultivamos" um grande espírito de entreajuda e isso acaba por ser o pilar mais importante da ASAI, de facto, ate prefiro uma tribo assim, como está a asai, do que ter uma tribo de 60 ou 70 jogadores e que não seja funcional.

EuJogador:
Como concilia a sua vida real, com o jogo?

Kokasepiggy:Trabalho por turnos, o que acaba por ser muito vantajoso para o jogo.Posso aceder a horas inesperadas para a maioria.Ou seja, posso defender ataques quando pensam que estou a dormir ou enviar ataques para alvos que só descobrem no dia a seguir.Em casa da-me uma certa liberdade para aceder, no trabalho as vezes é complicado mas tudo depende do serviço que tenha.Claro esta, que tenho a minha vida pessoal, mas quando se quer cabe família,amigos, a "querida" e o jogo.


EuJogador:
Como jogador experiente, o que aconselha aos jogadores mais novos?

Kokasepiggy:Aos novos jogadores, aconselho que sejam aplicados se tiverem gosto no jogo.No inicio não precisam de gastar muito tempo, desde que aprendam logo desde cedo como montar uma aldeia e tropas,já ajuda muito. De vez em quando um tipo sitta outro e ate se assusta com as aldeias! Felizmente que a maioria dos membros da ASAI, estão a aprender bem, isso trará frutos no futuro.
E já agora que aceitem os conselhos dos mais antigos sem refilar ah ah ah.
A serio, os mais antigos têm gosto em ver os mais novos a evoluir bem. No caso da ASAI estamos a investir no futuro.
Devem também respeitar tanto os aliados como ate os inimigos,como se fossem da sua tribo.
E se forem "acossados".... o silencio é a melhor resposta a dar ;)

EuJogador:
Já alguma vez pensou em deixar de jogar?

Kokasepiggy:De facto, já pensei deixar de jogar por motivos familiares. Tive de meter sitter na altura(ate foi a primeira vez) e estava a ver que tinha de desistir, por doença do meu pai.Ia 10 minutos ao jogo, as vezes e meti o meu sitter outra vez. Depois foi a vez da minha mãe e repetiu-se tudo.Dividir-me entre a minha casa, o trabalho, hospitais e afins e tentando não neglegenciar quem eu amo, teria de inevitavelmente descartar o jogo.
Mas se algum dia tiver de desistir,as minhas aldeias ficam na ASAI!

Muito obrigado ao Kokasepiggy, pela sua disponibilidade.

E vocês, o que acharam da entrevista? E da nova rubrica?
Espero que tenham gostado, sugestões, opiniões, críticas... deixem comentário.

Etiquetas: ,